Palavras...

Palavras...

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

O que me atraiu para o livro... MUDANÇA de Mo Yan

Como uma cor - que nem é uma das minhas preferidas - me conduziu a um livro de grande potencial.


No dia em que fui fazer a encomenda do vol.3 do Yuyu, lá na Livraria Cultura, estava rolando uma promoção dos livros da COSACNAIFY.
 
Para quem não está familiarizado com esta editora devo explicar que os livros dela estão entre os mais bonitos e mais caprichados em termos de papel, diagramação e arte gráfica.
 
"Dá gosto!"
 
Mas, por outro lado, os livros são mais caros e quem gosta de montar uma biblioteca com belas edições (EU!) tem que esperar as promos para se tornar o feliz proprietário de um destes lindos volumes.


Cosacnaify - 125 páginas 

 
Pois bem, avistei o cartaz com a propaganda da tal promoção, VÁRIOS livros com selo de desconto, mas de longe o que me atraiu foi o tom de ROXO (na foto parece azul) de MUDANÇA.
 
Ao pegar o livro para examiná-lo, vi uma nota dizendo que o autor havia sido vencedor do NOBEL DE LITERATURA. Li a sinopse, o prólogo, o inicio do primeiro capítulo (!) e só então decidi trazê-lo para casa.

 
“Nenhum outro autor que eu tenha lido explica tanto da História numa trama contemporânea. É literatura, mas ao mesmo tempo informa sobre um país e seus passados. Mo Yan descreve tudo o que é histórico em detalhe sensível, não como declaração, mas como expressão.” Martin Walser (na contracapa)

 
"Quem consegue achar um ângulo bacana num rosto como o meu é realmente um mestre."

Uma graça!
 
Mo Yan é chinês, venceu o NOBEL em 2012 e é considerado por muitos o GABRIEL GARCÍA MARQUES asiático.
 
Apesar de tais credenciais, este é o único livro dele editado aqui no Brasil.
 
Se você ler em inglês um conselho: procure o romance FROG. O livro trata de um assunto super “cascudo” para os chineses; a prática de abortos compulsórios que a China adota (adotava?) na sua política de controle familiar.
 
Li a sinopse e o comecinho do livro no site da livraria BARNES and NOBLE e vou atrás.

Fico muito feliz de ter cruzado com este livro e ter sido apresentada ao seu autor. Tudo graças à uma berrante cor roxa.  
 
"Um bom início de semana para todos!"

2 comentários:

  1. Adorei o post, gata! Não conhecia o autor. Mais um para a minha lista infinita! Hahaha

    Beijos e boa semana!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa Semana...Saudades de nossos papos literários!

      Excluir